ÚLTIMAS NOTICIAS

DESTAQUES DA SEMANA

CIDADES EM NOTICIAS

VISITAÇÕES PÚBLICAS


@ Copyright 1999 - 2022 - PRIMEIRACIDADE. - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade — Termos de serviço.

C A T E G O R I A S

TURISMO SERTANEJO

ESPORTES NA ZONA RURAL

VIVER COM PLENITUDE

VALORIZEM O TURISMO NO BRASIL

PERFIL  CONTATO

DMCA    PRIVACIDADE

TERMOS  CURIOSIDADES

@PRIMEIRACIDADE.NET

ENVIE NOS OS PONTOS TURÍSTICO DE SUA CIDADE:

Na zona rural da cidade pode-se desfrutar de diversas atrações. Passar o dia todo pescando, curtir as piscinas de águas naturais ou simplesmente descansar a sombra de uma árvore.
Além de apresentar uma oportunidade única de se conhecer um pouco sobre a fauna e flora da região e entrar nas águas dos rios e corredeiras que enfeitam a cidade de Mongaguá.

POÇO DAS ANTAS - NATUREZA

CURTINDO A PRAIA COM ZONA RURAL

Se você está à procura de um roteiro alternativo às praias, porém refrescante e com muito contato com a natureza, as cachoeiras do Poço das Antas são uma ótima alternativa aqui no litoral.
Localizado em Mongaguá, o parque turístico Umberto Salomane reúne piscinas naturais, espaços para trilhas, grutas e cachoeiras.

Apresenta 85.4% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 56.3% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 11.1% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio).

Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 388 de 645, 595 de 645 e 498 de 645, respectivamente. Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 686 de 5570, 3879 de 5570 e 2679 de 5570, respectivamente.

A taxa de mortalidade infantil média na cidade é de 9.72 para 1.000 nascidos vivos. As internações devido a diarreias são de 0.1 para cada 1.000 habitantes. Comparado com todos os municípios do estado, fica nas posições 330 de 645 e 465 de 645, respectivamente. Quando comparado a cidades do Brasil todo, essas posições são de 3166 de 5570 e 4734 de 5570, respectivamente.

MONGAGUÁ ENTRADA PARA O BELVEDERE

Em 2019, o salário médio mensal era de 2.3 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 13.8%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 238 de 645 e 524 de 645, respectivamente. Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 861 de 5570 e 2505 de 5570, respectivamente. Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 38.6% da população nessas condições, o que o colocava na posição 60 de 645 dentre as cidades do estado e na posição 2930 de 5570 dentre as cidades do Brasil.

História Mongaguá é uma palavra indígena que significa “água pegajosa”. Nome dado pelos índios guaranis que viviam às margens dos rios Mongaguá e Aguapéu. No século XVI, segundo historiadores, emissários de Martim Afonso de Souza, em suas viagens pelo litoral paulista, paravam em Mongaguá para descansar. Aos poucos, foram surgindo moradores fixos e, consequentemente, as primeiras propriedades. Parte do território atual de Mongaguá situava-se, naquela época, na Capitania de São Vicente e outra na Capitania de Itanhaém. Em 1776, o Sítio de Mongaguá foi arrematado em leilão público pelo coronel Bonifácio José de Andrada, pai do Patriarca da Independência, José Bonifácio de Andrada e Silva.

A propriedade foi vendida ao padre João Batista Ferreira (1814) e, posteriormente, a Antônio Gonçalves Nobre (1847), Manuel Bernardes Muniz (1851) e a Heitor Peixoto (1892).Após a Segunda Guerra Mundial é que Mongaguá começou a se desenvolver. A construção da rodovia Padre Manoel da Nóbrega, ligando Mongaguá a São Paulo, deu um grande impulso ao crescimento do distrito.

Em 24 de dezembro de 1948 foi criado o distrito de Mongaguá.Com a criação do distrito de Mongaguá o desenvolvimento no setor comercial teve um grande impulso.Em 1959 Mongaguá foi elevada à categoria de cidade, pela criação do município.Formação AdministrativaDistrito criado com a denominação de Itariri pelo Decreto Estadual n.º 9.775, de 30-11-1938, subordinado ao município de Itanhaém.
No quadro fixado para vigorar no período de 1939 a 1943, o distrito de Itariri figura no município de Itanhaém.Pela Lei Estadual n.º 233, de 24-12-1948, o distrito de Itarari tomou a denominação de Mongaguá.Em divisão territorial datada de 1-VII-1950 o distrito Mongaguá figura no município de Itanhaém. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.

Foi Elevado à categoria de município com a denominação de Mongaguá pela Lei Estadual n.º 5.285, de 18-02-1959, sendo desmembrado do município de Itanhaém. Sede no antigo distrito de Mongaguá. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1960.Em divisão territorial datada de 1-VII-1960 o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2014.

FonteMongaguá (SP). Prefeitura. 2021. Disponível em: https://mongagua.sp.gov.br/.

Atualmente a cidade Balneária de Mongaguá é movimentada financeiramente pelos setores de serviços, comércio, indústria e turismo. Sua população aproximada é de 58.567 estimada [2021] pessoas  habitantes, segundo pesquisa do IBGE.

Mongaguá - Princesa do Litoral